NOSSA

PESSOAS INTERESSANTES CRIAM IDEIAS MAIS INTERESSANTES

ver imagem

Design

Mauro Carmelino

Conhecer

Digital

Joana Carvalho

Conhecer

Gestão de Marcas

David Ramuzat

Conhecer

Gestão de Marcas

Ana Amorim

Conhecer

Publicidade

André Afonso

Conhecer

Gestão de Marcas

Maria Inês Vitorino

Conhecer

Publicidade

Rui Simões

Conhecer

Publicidade

Rafael Pfaltzgraff

Conhecer

Publicidade

Marco Leal

Conhecer

Design

Helena Baltazar

Conhecer

Publicidade

Sávio Hatherly

Conhecer

Managing

Nuno Cardoso

Conhecer

Design

Rita Frazão

Conhecer

Gestão de Marcas

Jaime Fernandes

Conhecer

Gestão de Marcas

Manuel Gravata

Conhecer

Design

Telmo Ramos

Conhecer

Design

Estela Pereira

Conhecer

Managing

Teresa Elias

Conhecer

Design

Anne Chauvin

Conhecer

Digital

Vasco Teixeira-Pinto

Conhecer

Managing

Duarte Durão

Conhecer

Design

João Fonseca

Conhecer

Planeamento Estratégico

Maria Tavares

Conhecer

Gestão de Marcas

Maria Cunha

Conhecer

Publicidade

Francisco Peres

Conhecer

Design

Sebastião Ferreira

Conhecer

Gestão de Marcas

Catarina Costa

Conhecer

Digital

Ricardo Malveiro

Conhecer

Digital

Bruno Cunha

Conhecer

Publicidade

Maria Goucha

Conhecer

Gestão de Marcas

Vânia Araújo

Conhecer

Digital

João Belo

Conhecer

Gestão de Marcas

Inês Morais

Conhecer
Back Chevron
Back Chevron
Loading...
Social Cenas Luis Canoilas Maniaco Piró Adeus
Design Mauro Carmelino

Curioso por natureza, Mauro gosta de viver em múltiplos universos. Alguns bem distantes, até. O amor pela arte urbana e pela ilustração cresceu com ele, mas acabou por crescer mais do que ele. Pequeno em tamanho mas enorme em comentários incompreensíveis, Mauro tem um filho a quem chamou Nicola, talvez por achar que ia precisar de muito café para se manter acordado durante o dia. Como artista que é, anda sempre de gorro e de auscultadores nos ouvidos a bombar Iran Costa.

Cláusula de rescisão: 10 milhões de euros e uma batata doce.

Digital Joana Carvalho

O mundo das redes sociais é uma Praga de talento. E foi precisamente dessa cidade checa que nos apareceu a embaixadora do sotaque da Trofa, chamada Joana. Quem a quiser encontrar, poderá procurar no computador onde passa o dia inteiro no Facebook ou ao telefone a tentar convencer os seus clientes a aprovar a próxima melhor publicação que já foi feita. Se alguém a chamar e ela não responder, é muito provável que esteja hipnotizada num site de gatinhos.

Cláusula de rescisão: 500 milhões de posts, mas é muito provável que Pinto da Costa nunca a deixe sair.

Gestão de Marcas David Ramuzat

Considerado o primeiro bebé calvo da história, aproveitou a entrada no liceu francês para usar cabeleiras à Luís XIV e assim ser visto como uma pessoa normal. Rei das pistas de dança e das festas temáticas, já vestiu fatos de Elvis, bombeiro polícia, e outros nada associados a strippers. É treinador de uma equipa de futebol feminino, e diz que o mais importante não são os resultados. Fanático pelo Sporting, David é um leão em qualquer mesa de reuniões e uma cabeça brilhante. Literalmente.

Cláusula de rescisão: 18 milhões de euros. Mas o Sporting diz que são 22.

Gestão de Marcas Ana Amorim

Ana adora trabalhar e não deve ser por acaso que nasceu num 1º de Maio. Formada em Finanças, é a única pessoa aqui que fica entusiasmada com um balancete. Foi consultora em Inglaterra, mas as melhores consultas da sua vida foram as duas em que soube que ia ser mãe. Ravi e Luz são as luzes da sua existência, mas desengane-se quem pensar que ela atura birras de criativos. Nesses casos, Ana responde com a sua principal arma: o sorriso. No fundo, a melhor maneira de a definir é com as 4 primeiras letras do seu apelido.

Cláusula de rescisão: está num dos muitos orçamentos que tem na sua secretária.

Publicidade André Afonso

À nascença foi tirado a ferros. Um deles abriu-lhe cabeça mas nem isso fez dele um rapaz com mente aberta. Cresceu em Castelo Branco, cidade que depositou nele todas as esperanças no dia em que caiu para dentro de um poço. Mas para tristeza geral, conseguiu sair. Cansado de ser um poço de infelicidade, veio para Lisboa, não sem antes ter acabado o exame nacional de português com pior nota que um búlgaro. Depois de um primeiro emprego que durou 2 longos meses, mudou-se para a NOSSA™, onde, contra todas as expectativas, continua.

Cláusula de rescisão: muitos milhões de cafés longos.

Gestão de Marcas Maria Inês Vitorino

Foi criada no Cartaxo e é com estranho orgulho que se refere à sua terra como “a capital do vinho eh eh eh”. Andou nos escuteiros onde aprendeu a dar nós incríveis, inclusive na língua. Ou como ela diz, na “uingua”. Andou num coro. Achou que sabia cantar só por se chamar Vitorino, mas em vez de “Menina estás à janela”, o que mais ouvia era “Menina estás aqui estás a partir o vidro à janela”. Além de gerir projetos, costura e cozinha. Tem um dedo que não adivinha e que ficou para sempre diferente graças a uma lata de atum.

Cláusula de rescisão: 30 milhões de euros. Tintos.

Publicidade Rui Simões

Jovem criativo premiado em Cannes, Lisboa, Barcelona e Benavente. Fugiu do Ribatejo por não gostar de touradas, mas antes ainda conseguiu ser campeão nacional de StreetBasket contra a poderosa equipa de Seia. Licenciado em Marketing e Publicidade, fez Erasmus na Polónia fazendo também tudo o resto que se faz na Polónia. Sofre de um síndrome raro que não lhe permite estar mais de dois minutos sem fazer um trocadilho. Orgulha-se de ter feito o pedido de casamento no topo de um arranha-céus de Nova York, apesar de nunca o ter concretizado. É benfiquista, cresceu comunista e agora embala a filha ao som dos golos do Jonas.

Cláusula de rescisão: 50 milhões de euros no headline e o resto em bodycopy.

Publicidade Rafael Pfaltzgraff

Pelo último nome, percebemos logo que é brasileiro. Também conhecido por Clark, abandonou o tempo Kent do Rio de Janeiro, onde trabalhava para tudo menos para o bronze. Praticou natação, remo, judo, basket, vólei e kung fu, até perceber que não tinha jeito para desporto. Por isso, escolheu uma nova direção para a sua vida: a direção de arte. Um dos cariocas mais bem tirados do Brasil, trouxe consigo a mulher, 2 leões e 3 chihuahuas. A proposta que o convenceu? Uns irrecusáveis 10 pastéis de bacalhau mensais.

Cláusula de rescisão: 200 milhões de euros, apresentados num videocase.

Publicidade Marco Leal

Apaixonado por skate, a sua veia criativa manifestou-se cedo. Criava os seus próprios obstáculos, tendo mesmo inventado o half pipe. Mas como não sabia dizer half pipe, não registou a patente. Homem com fé na comunicação, tirou o curso no Convento de S. Francisco. Andou em peregrinação por diversas agências, até se mudar para Angola, onde a sua vida de luxo lhe permitiu comprar um bilhete de regresso a Portugal. Marco é Leal à bainha dobrada e à barba branca, que mantém desde que nasceu há 80 anos.

Cláusula de rescisão: 23 milhões de maços de tabaco.

Design Helena Baltazar

Diz que se não fosse designer, seria cantora. Mas Helena Baltazar teve altazar com a voz que a natureza lhe deu. Para afogar essa mágoa, continua a ir a tudo o que é inaugurações para poder beber sem pagar. Já fez tudo o que é desporto, mas hoje é atleta olímpica de raquetes de praia. A sua paixão pelo sol fê-la mudar-se para Londres, mas foi sol de pouca dura. Voltou então para a sua Lisboa de sempre, onde ainda mantém alguns amigos que a tratam carinhosamente por “generala”. Deve ser pelo seu adorável feitio.

Cláusula de rescisão: 70 milhões de euros, se ela concordar.

Publicidade Sávio Hatherly

Sávio faz parte da Nossa fornada de brasileiros com nomes esquisitos e sem aptidão para jogar à bola. Natural do Rio, trocou o de Janeiro pelo Tejo, não sem antes ter passado por São Paulo. Foi lá que aprendeu as artes de domar leões e de passar os fins de semana a trabalhar. E foi essa bagagem que trouxe no avião para Portugal, onde sonha um dia comer um pastel de Belém sem pedir outro logo a seguir. Gosta de surf, de skate e de samba. Tudo coisas começadas por “S”. Como “sentado”, que é como ele prefere o desporto.

Cláusula de rescisão: 13 milhões de euros e um quadradinho de chocolate

Managing Nuno Cardoso

Já teve um anúncio exposto no Museu do Louvre. Já escreveu crónicas para o Expresso. Já escreveu livros infantis. Já fez exposições de fotografia. Já criou a MONA, uma loja de ideias. Já criou a primeira cerveja artesanal do golfe. Já chumbou mais de 6 mil ideias ao longo da sua carreira. Já fez tanta coisa que até nós já estamos cansados. Ao contrário dele, que ainda tem tempo para viajar, para fotografar e para fazer sapateado nas festas da empresa. Nós gostamos muito dele. E ele também gosta muito de si próprio.

Cláusula de rescisão: 5 biliares de biliões de euros.

Design Rita Frazão

Rita é uma jovem designer que gosta de surf, de yoga e de meditação, se possível ao mesmo tempo. Dada a estas atividades mais introspetivas, acabou por desenvolver uma capacidade única para ouvir os outros. Quando ainda era um projeto em construção, foi para a Faculdade de Arquitetura, e é formada em Design de Produto. Ainda em estudante, a paixão pela arte levou-a a visitar o MOMA, mas enganou-se no caminho e foi parar ao MOME, uma universidade húngara. Adora viajar pelo mundo e pelos atalhos do Photoshop.

Cláusula de rescisão: 4 milhões de brochuras.

Gestão de Marcas Jaime Fernandes

Jaime é um homem que já se fartou de viajar. Fartou-se tanto que decidiu ter dois filhos de seguida, para garantir que nunca mais ia a lado nenhum. O seu principal hobby é a caça, e é conhecido no meio como o “sniper das perdizes”. Também adora ir à caça do New Business, onde usa o colar ao pescoço e a tatuagem secreta como armas mortíferas. A sua vida profissional já deu muitas voltas, mas durante estes anos todos, há uma coisa que Jaime sempre manteve: o cabelo impecavelmente penteado.

Cláusula de rescisão: 100 mil patos, 50 mil coelhos e 2 javalis.

Gestão de Marcas Manuel Gravata

O Manuel é responsável por quatr…cinc…doze? Bom, já perdemos a conta às suas contas. Não é à toa que perdeu o cabelo há algum tempo. Viveu um pouco por todo o mundo para perceber que Algés é que o faz feliz. Passou pelo Brasil, Nova Iorque e Berlim, onde vai muitas vezes visitar a Chanceler de toda a sua atenção e dar-lhe o seu amor de pai. Quando se apanha por Portugal, está num campo de Padel ou em cima de uma das suas três bicicletas. E guardem lá as piadinhas para vocês: nem em casamentos o Manuel usa gravata.

Cláusula de rescisão: 40-15 milhões de euros.

Design Telmo Ramos

Iniciou-se no design com apenas 6 anos, altura em que se revoltou e quis mudar de nome para Miguel Ângelo, tendo para isso recriado o teto da capela sistina da casa de banho dos pais. Mas “A Criação de Adão” rapidamente deu lugar à “Criação de um dia dedicado às limpezas”. Determinado a melhorar o seu comportamento, foi expulso da escola primária pouco tempo depois, por ter amarrado uma rapariga a uma árvore. Foi aí que ganhou a alcunha de “Ramos da árvore”. Hoje, Telmo é diferente. Mais calmo. Mais ponderado. E ligeiramente mais calvo.

Cláusula de rescisão: 139 milhões de euros, mas com o logo maior.

Design Estela Pereira

Mais do que uma arte finalista, é uma artista final. O atletismo que praticou em criança ainda hoje a ajuda em modalidades como os 100 metros mockups e o salto para a impressora. Morar em Sintra não a intimida e continua a ser a primeira a chegar, nem que para isso tenha de sair de casa às 4 da manhã. Apesar de ser adepta do Belenenses adora futebol e é mãe daquele que acredita ser o futuro lateral direito da seleção. Um poço de trabalho e de boa disposição, já trabalhou, e citamos, “com os melhores do país”. Obrigado, Estela.

Cláusula de rescisão: Infinitos mil milhões de euros.

Managing Teresa Elias

Mestre nas artes de receber correio, de comprar móveis e de manter o stock de ben-u-rons, Teresa é o garante do nosso bem-estar. Mas também dos nossos diabetes, graças aos seus saudáveis bolos de chocolate. Sonhava ser mãe. Realizou-se. Sonhava ser pedida em casamento. Realizou-se. Sonhava casar. Bom, vamos mudar de assunto. Já viajou muito em trabalho, nos tempos em que era assistente de bordo. A sua experiência na aviação ainda hoje lhe permite fazer com que, todos os dias, aterremos aqui mais felizes.

Cláusula de rescisão: 80 milhões de “O que é que precisas?”

Design Anne Chauvin

Anne Chauvin Bonaparte saiu de França para iniciar a sua própria invasão a países como Alemanha, Inglaterra e Costa do Marfim, para finalmente se fixar em Portugal. Como boa francesa que é, adora cinema americano, queijo da ilha e vinho do Porto. Foi professora em Londres mas em Portugal preferiu não seguir carreira na educação, vá-se lá saber porquê. Gosta das coisas simples da vida, como fazer uma identidade em 2 dias ou rir demasiado alto. Ama a França. Odeia o Éder.

Cláusula de rescisão: 200 milhões de francos e 4 tatuagens.

Digital Vasco Teixeira-Pinto

Ocupa uma justa posição no top 3 de melhores palavras compostas por justaposição. É arco-íris, beija-flor e Teixeira-Pinto. Tirou Engenharia Informática e fala fluentemente duas línguas: português e código. Há 12 kilos atrás mostrou todo o seu amor por formas geométricas e, com barriga esférica, criou a myKubo, uma plataforma de e-commerce (lá está, não vive sem hífens). No tempo que não tem livre joga padel e golfe, dois desportos muito praticados pela elite a que pertence: a de engenheiros informáticos com bom aspeto.

Cláusula de rescisão: 1010011 milhões de euros.

Managing Duarte Durão

A sua vida é um mundo de contradições. Começa no apelido, que não faz sentido nenhum. É de Cascais e não é do Sporting. É gestor quando queria ser copywriter. Gosta de ter ideias, mas a melhor que já teve foi desistir de ser criativo. Todas as manhãs hesita entre o surf e os biberons, mas para não levantar ondas em casa, escolhe sempre a segunda. Estudou e estagiou nos Estados Unidos, mas achou o país demasiado pequeno para os seus sonhos. O seu amor à América do Norte continua a vir ao de cima sempre que joga futebol, acabando invariavelmente agarrado às canadianas. Já depois dos 40, decidiu tirar um curso. E os professores aprendem muito com ele.

Cláusula de rescisão: devem estar a brincar.

Design João Fonseca

João Fonseca é um designer multifacetado que tanto faz uma identidade como treinos de crossfit. (Des)aprendeu ténis e deu a volta ao México montado num burrito. Sempre que se atrasa decide trazer o skate para chegar mais rápido. Já jantou no Burj Al Arab e quando percebeu que não tinha dinheiro para a conta fez jus à palavra portuguesa “desenrascar”, vulgo “ligar para o pai”. É do Porto mas sonha encontrar a mulher da sua vida em Lisboa.

Cláusula de rescisão: 40 milhões de euros, desde que não seja para o Benfica.

Planeamento Estratégico Maria Tavares

Maria diz que foi uma bebé feliz, mas como só há 2 ou 3 fotografias do seu primeiro ano de vida, ambas com ela a chorar, é impossível ter a certeza. Amante da biodiversidade, a sua própria árvore genealógica apresenta uma enorme multiplicidade de raízes. Maria é um quarto congolesa, um quarto chinesa, um quarto espanhola e um quarto alentejana. Canta num coro, viveu na China, aprendeu crochet no Youtube e já esteve a um metro do Papa Francisco, que diz ser mais gordo ao vivo. Avé, Maria.

Cláusula de rescisão: 43 milhões de pacotes com frutos secos.

Gestão de Marcas Maria Cunha

Em criança, caiu num caldeirão de Red Bull. A partir daí, a sua vida tornou-se num frenesim de coisas. Ela foi colónias de férias, escuteiros, futsal, ténis, surf, cursos de psicologia, voluntariado, mestrados em Inglaterra, e uma ou outra paragem para respirar. Para controlar a sua energia, experimentou o Reiki, até se fartar e mandar aquilo para o Reikioparta. É de Cascais e fez faculdade lá perto, na Covilhã. Fala e canta e dança e esbraceja e ri-se e corre e calma Maria, são 9h da manhã.

Cláusula de rescisão: 150 mil descafeínados.

Publicidade Francisco Peres
Original do Porto, é também original a tentar convencer os outros que não tem sotaque. Homem viajado, já viveu em 3 continentes, tendo sido barman em Moçambique, mergulhador na Tailândia e copywriter em Lisboa, esse destino tão longínquo. Talvez por ter andado por tantos sítios Francisco goste de incluir um estrangeirismo em cada 5 palavras. Diz que a sua caipirinha é awesome, e que já foi considerada a third best do mundo por uma travel magazine. Aqui entre nós, soa-nos a bullshit.
Cláusula de rescisão: 50 milhões de euros. Em cash.
Design Sebastião Ferreira

Nasceu em Alvalade e cresceu na margem sul. Duas realidades que contribuíram para fazer de Sebastião um Gangsta Beto, que ouve Snopp Dogg enquanto enverga um ameaçador pulôver ao pescoço. Diz que gosta de cinema, de literatura, de conferências (pausa para bocejar) e de ter uma avó que foi professora de Marcelo Rebelo de Sousa. E nunca lhe deu mais de 14. Já foi emigrante na suíça e tem 1,90m, precisamente por causa dos suissinhos que comeu. Por ser tão alto, um dia uma cegonha decidiu fazer um ninho na sua cabeça. Que ele faz questão de manter.

Cláusula de rescisão: Mais do que 50 Cent.

Gestão de Marcas Catarina Costa

Nasceu no Dia Mundial da Criança, e tem sempre resposta para quando lhe chamam infantil: “Quem diz é quem é”. Ao longo da sua vida já fez ballet, natação, ténis, ginástica rítmica, plantação de árvores, e atualmente dedica-se apenas ao colecionismo de garrafas Absolut. Como ela diz, é “bota abaixo e bota na estante”. Catarina gosta muito de aprender coisas novas, mas também de ensinar. Ensinou-nos, por exemplo, o que é a turofobia. É que ela tem tanto medo de queijo como as pessoas normais têm de ratos.

Cláusula de rescisão: 11 milhões de sandes mistas, mas só com fiambre.

Digital Ricardo Malveiro

Podemos definir Ricardo Malveiro em duas palavras: tanta coisa. Quando não está a programar, das duas uma: ou está a dançar kizomba ou está a dizer frases tão filosóficas como “Já recebemos, já posso ir comer um geladinho ao Burger King”. Curiosamente, Ricardo é extremamente exigente com a comida, pedindo sempre que o seu arroz venha bem empilhado, e não espalhado. Mora na Moita, numa localidade chamada Penteado. Riam à vontade, que ele não está a ouvir. Está ali ao canto a dormir ferradinho num saco-cama.

Cláusula de rescisão: 20 mil bifes muito bem passados.

Digital Bruno Cunha

Cresceu em Benfica mas como gosta de ser diferente, torce pelo Sporting. Por falar em torcer, Bruno foi jogador de rugby, ocupando a muito mexida posição de “pilar”. Amante de desporto, ganhou também muito amor por hospitais, fruto das diversas lesões que já teve, uma delas quando ficou inconsciente a fazer running. No entanto, tem muita consciência social, sendo voluntário na Comunidade Vida e Paz, e engordou de propósito para oferecer roupa que já não lhe servisse. Já foi à Índia e vira sites como quem vira frangos . Com caril.

Cláusula de rescisão: 30 mil milhões de landing pages.

Publicidade Maria Goucha

Maria Goucha já viveu em dois países diferentes: Lisboa e Santarém. Apesar de ser Scalabitana de gema, nunca se identificou com as duas grandes tradições da terra: a tourada e a Casa da Mãe Kikas. Um dia gritou “Olé” aos seus pais e esquivou-se de casa, mudando-se para a capital, onde conheceu toda a magia das lides domésticas. Diz que é raro aspirar a casa, porque o seu parco tamanho torna possível aspirar-se a si própria. E agora respondendo à vossa pergunta: sim, o tio dela é o Goucha. Mas não é esse, é outro.

Cláusula de rescisão: 60 milhões de euros e um Francisco Peres.

Gestão de Marcas Vânia Araújo

Antes de pertencer à Nossa™, já pertencia à Rebel Legion do Star Wars. O seu fascínio pela saga é de tal maneira grande que gasta todas as suas poupanças para ir de propósito aos eventos internacionais, seja em Londres, Flórida ou Naboo. Numa galáxia menos distante, fez faculdade na Nova, com esperança de nunca envelhecer. A sua série preferida é uma que ninguém conhece, e já foi a Los Angeles conhecer os protagonistas, que ficaram muito emocionados por terem uma fã. E ficaram eles próprios fãs de Vânia. Tal como nós.

Cláusula de rescisão: 1 encontro com George Lucas.

Digital João Belo

Para João, não há nada mais belo do que o seu apelido. Homem do mundo, já passou por diversos países e não pagou uma única viagem. É que João, graças ao seu tamanho, viaja sempre dentro da mala. Tem um lema: “A vida é dura para quem é mole”. Uma frase que o acompanha sempre, principalmente quando está na praia a beber cerveja. Já trabalhou numa empresa de bolachas e tortas, mas quando a sua barriga começou também ela a entortar para a frente, despediu-se. Diz que a sua terra, Figueira da Foz, é a Copacabana de Portugal. Nunca foi a Copacabana.

Cláusula de rescisão: 30 milhões euros em sapatilhas (que ele não diz ténis)

Gestão de Marcas Inês Morais

Inês é de Cascais, mas com a idade que tem, está muito longe de ser tia. Desde que saiu da escola (há 2 semanas), sempre manteve a paixão pelos Descobrimentos, e já viajou um pouco por todo o mundo. De Hong Kong às Maldivas, da Austrália à Indonésia, de Marrocos à Mealhada, Inês já passou por muitos destinos, faltando-lhe apena um safari em África e uma surf trip em Júpiter. Gosta de bodyboard e de padel, mas já não pratica nenhuma. Diz que está velha demais para isso.

Cláusula de rescisão: 5 milhões de euros em moedas pequenas.